DIA DE POETIZAR: CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Publicado em 1930 no livro Alguma Poesia, o poema Quadrilha  de Carlos Drummond nos remete ao amor não correspondido das personagens e como cada um viveu sem o amor.

Lili, que não amava ninguém foi a única personagem que casou-se, o que pode-se dizer que o autor acreditava que o casamento era apenas status, nada mais que convenção social.

Anúncios

2 comentários sobre “DIA DE POETIZAR: CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

  1. Luiz Carlos de Souza disse:

    No texto sobre o poema a quadrilha há um erro de regência do verbo: remeter, transitivo direto e indireto. O correto é o poema a quadrilha nos remete…..

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s